Avaliao do conhecimento e no do aluno (Edio Novembro/2006) PDF Imprimir E-mail
Classificao: / 1
PiorMelhor 
Escrito por Jornal da Educacao   
12-Fev-2007


No incio de novembro recebemos a solicitao de envio de mais exemplares do Jornal da Educao aos Estados Unidos. J havamos enviado quantidade significativa para ser distribuda aos professores e demais pessoas entrevistadas durante nossa visita aquele pas, mas tambm l, as pessoas sentem-se orgulhosas de serem mencionadas positivamente em um Jornal e, alm de guardar, querem mostrar aos parentes e amigos.


Mas o mais significativo foi o elogio da professora americana ao fato de termos includo, como um dos grandes diferenciais entre nosso sistema e o sistema educacional americano, a demisso sumria dos professores americanos que no conseguem ensinar o contedo curricular a seus alunos. L, quem no sabe ensinar no continua professor. Os estudantes americanos precisam ter mdia A em todas as reas do conhecimento ao longo de sua vida para terem a oportunidade de freqentar uma boa universidade.

E a avaliao feita pelo governo em forma de um teste obrigatrio realizado no final da High School, a exemplo do que aconteceu na Europa. E o mais importante, que esta mdia A, representa efetivamente a aquisio dos conhecimentos prprios para a srie freqentada pelo estudante. Alunos mdia A e conquistando 100 pontos no teste de final do Ensino Mdio (High School) significa emprego e salrio majorado para seus professores e verbas para a escola que est alcanando seus objetivos: formando adequadamente os cidados americanos.

, parece outro mundo! E mesmo outro mundo, aquele construdo e mantido pelos americanos na Amrica do Norte. Estudantes aprendendo, professores realmente ensinando e governo efetivamente investindo e avaliando a qualidade do ensino. Enquanto isso, aqui no Brasil, a avaliao tema corrente e recorrente em todas as salas de aula, de professores e mesmo das casas de todo o pas neste momento. Afinal, estamos no final do ano calendrio e tambm do ano letivo. Os vestibulares, o ENEM, os exames supletivos e os seletivos esto avaliando nossos estudantes e selecionando quais conseguiro cursar uma universidade pblica e quais tero de pagar mensalidades nas escolas superiores privadas. Em todos os testes, quem est sendo avaliado o estudante e no o professor. O desempenho dos alunos tambm no determinar maiores salrios para os seus professores. A diferena , portanto, imensa.

A responsabilidade de aprender, aqui no Brasil, exclusivamente, do aluno. Jamais da escola que ele freqentou por 12 anos ou de seus professores. Seria justo tambm que os louros pela vitria tambm fossem somente do aluno. Mas no so. Os primeiros colocados nos vestibulares so transformados em garotos ou garotas propaganda dos cursinhos ou escolas que freqentaram no ltimo ano.

Ou seja, alm de ter a responsabilidade total sobre seu processo educativo e desempenho, o aluno usado para render dividendos escola que fez exatamente aquilo que deveria fazer:ensinar com qualidade. No estado de Santa Catarina vive-se uma situao bastante peculiar neste final de ano. A proposta apresentada pelo governo para o novo plano de cargos e salrios dos profissionais da rede estadual de educao, inclui, conforme prev a nova LDB desde 1997, progresso por desempenho.

E como ser a avaliao para determinar o desempenho dos professores? Ser que a aprendizagem efetiva dos alunos contar pontos para o professor ou continuaremos a ter professores comprometidos e relapsos ganhando exatamente o mesmo salrio? Ou pior, alunos analfabetos funcionais sendo aprovados no Ensino Mdio com mdias superiores a sete. Ou seja, at mesmo sem exames para que o professor tenha menos trabalho e o governo nmeros bonitosem suas estatsticas.

Ser que continuaremos a enviar ao mercado de trabalho portadores de diploma de Ensino Mdio que chegam a uma empresa e sequer conseguem preencher o formulrio de solicitao de emprego? realmente a avaliao precisa estar na pauta do cotidiano escolar e ser encarada como uma necessidade premente na vida de todos os profissionais da educao e estudantes.

Afinal, o Brasil precisa deixar os ltimos lugares do PISA. A escola brasileira precisa ser repensada para ser transformada numa escola para os estudantes, em funo da aprendizagem efetiva, da real aquisio de conhecimentos. O aluno precisa ser o centro e para quem esto voltadas todas as aes da escola, que precisa deixar de ser pensada em funo dos postos de trabalho e troca de favores para e entre os profissionais que deveriam ser da educao.

 
< Artigo anterior
Advertisement

Qual a sua opinio?