4ª Jornada de Linguagem da FAED/UDESC(JE277) PDF Imprimir E-mail
Classificação: / 0
PiorMelhor 
Escrito por Norberto Dallabrida   
10-Abr-2014


De 21 e 23 de maio, no Centro Sul – Centro de Convenções de Florianópolis, ocorrerá a 4ª edição da Jornada de Linguagem da Faed/Udesc, cujo objetivo é “contribuir para a formação continuada de professores da educação básica, no tocante ao ensino e à aprendizagem da língua(gem) escrita, oral e audiovisual, assim como ao processo de alfabetização e letramento”.
A Jornada de Linguagem é promovida, anualmente, pelo Grupo Pró-Linguagem do Centro de Ciências Humanas e da Educação da Udesc – liderado pela professora Dalva Maria Alves Godoy. A edição deste ano, sob a batuta das professoras Geysa Spitz Alcoforado de Abreu e Jilvânia Lima dos Santos Bazzo, conta com uma programação formada por conferências, minicursos ministrados por especialistas e apresentação de trabalhos. 
A conferência de abertura “Multiletramentos, dialogismo e autoria em sala de aula” será proferida pela professora Roxane Rojo (Unicamp). Os minicursos abordarão diversas facetas da linguagem, como cultura afro-brasileira, brincadeiras, teatro, práticas sociais de leitura e cartografia escolar. 
O fechamento da jornada será feito por meio da conferência provocativamente intitulada “Para que serve o professor?”, com o professor José Luiz Fiorin (USP).
Levando em conta que os atuais cursos de Pedagogia preparam estudantes para atuar tanto na educação infantil quanto nos anos iniciais do ensino fundamental e na educação de jovens e adultos, Jilvânia Lima dos Santos Bazzo, uma das coordenadoras da edição da jornada desse ano, afirma: “Qual a função primordial do professor se não a de contribuir para o desenvolvimento da capacidade leitora e escritora das crianças, dos jovens e dos adultos? Eis aí a pedra fundamental de todo processo formativo: a leitura e a escrita.” 
Jilvânia destaca também o caráter extensionista da jornada: “Penso que a Jornada de Linguagem da Faed/Udesc está se tornando um espaço de interlocução e encontro das diferenças, sobretudo pela sua capacidade de criar as condições necessárias para o diálogo entre o ensino superior e a educação básica”.
No Centro de Ciências Humanas e da Educação da Udesc, a Jornada de Linguagem já é o evento científico do campo pedagógico mais significativo e aquele que responde melhor às demandas educativo-sociais. 
Por um lado, porque ela está afinada com a atual matriz curricular nacional do curso de Pedagogia, que se propõe a formar docentes especialmente para a educação infantil e para os anos iniciais do ensino fundamental, em que a questão da lingual é fulcral. 
De outra parte, a Jornada de Linguagem faz o Curso de Pedagogia da Udesc repensar a sua trajetória recente, marcada por transbordamentos contextuais e a necessidade de revalorizar as metodologias de ensino específicas, balizadas na atmosfera da contemporaneidade.     
A 4ª edição da Jornada de Linguagem da Faed/Udesc, cujos detalhes podem ser conferidos em http://www.jornadadelinguagem.faed.udesc.br, com certeza contribuirá para a proporcionar uma formação docente continuada e eficaz. 

Norberto Dallabrida
Sobre este autor:
Professor na UDESC e autor de "A fabricação escolar das elites: O ginásio Ginásio Catarinense na Primeira (Editora Cidade Futura) e O tempo dos ginásios: ensino secundário em Santa Catarina (final do século XIX meados do século XX). Endereço eletrônico: Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Advertisement

Qual a sua opinião?