Projeto Eu Vivo Aqui

JUSTIFICATIVA: 

     A construção da cidadania deve ser iniciada desde o período escolar, quando a criança está construindo a personalidade e desenvolvendo seus hábitos com base no conhecimento científico e cultural adquirido com o convívio escolar e social. Na escola descobrimos que o mundo vai além do portão de nossas casas, que é o lar de bilhões de pessoas, com variadas culturas e etnias. Mas para sentir-se especial e único, é preciso conhecer a própria cidade, valorizar sua história, sua identidade e a cultura local.
Entre as principais barreiras para a construção da cidadania nas salas de aula está a inexistência de material didático adequado. Atualmente, na maioria das vezes, os professores se vêem obrigados a utilizar panfletos turísticos como fonte de pesquisa. Além de ser um material de alto custo, produzido com a finalidade diversa, ou seja, levar a cidade para além de suas fronteiras, atraindo visitantes, não é didático.
Este tipo de material carece de informações científicas de aspectos como os símbolos, história, geografia e, principalmente, as ações locais em benefício do munícipe visando o desenvolvimento humano e da qualidade da educação e de vida. Justamente para suprir esta lacuna de falta de material, pensou-se o Projeto EU VIVO AQUI.
Afinal, amamos somente o que conhecemos. Ninguém ama o desconhecido. É impossível medir em valores numéricos os benefícios trazidos por um cidadão consciente e amante de seu município.


OBJETIVOS:

Produzir, por meio de pesquisa com base científica, material didático adequado para contribuir na formação da cidadania.  Editar, reproduzir e distribuir um exemplar da edição especial, a cada estudante, de todos os níveis educacionais – da educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino profissionalizante, educação de jovens e adultos e ensino superior, da cidade.
Tornar a cidade conhecida por meio da distribuição da mesma edição especial a todos os assinantes da edição impressa e, disponibilizar o material de pesquisa, na página eletrônica do Jornal da Educação (www.jornaldaeducacao.inf.br). 

 

 CRONOLOGIA:

A parceria para realização do projeto deve ser firmada com 60 dias de antecedência da publicação da edição especial. Em seguida, é iniciada a pesquisa com bases científicas. Após a editoração eletrônica a Secretaria da Educação faz a revisão dos dados para então ser impressa a edição. A distribuição do material aos estudantes e professores é efetivada por meio das secretarias de educação no caso da rede pública e diretamente pela direção da escola, no caso das escolas particulares. Cada estudante leva para casa um exemplar da edição especial do Jornal da Educação contendo todas as informações de sua cidade. A mesma edição é usada em sala de aula para estudos e pesquisas. Após a publicação da versão impressa, os dados são disponibilizados para pesquisa na página eletrônica do Jornal da Educação.  

 

PARCERIA E CUSTO

A realização do projeto só é possível por meio de uma parceria firmada geralmente com os órgãos da municipalidade (secretarias de educação, cultura e turismo), e com as escolas particulares e empresas locais. A parceria com os órgãos públicos é necessária para viabilizar a pesquisa, revisão dos dados oficiais tais como, mapa da cidade com divisão por bairro e número de habitantes, bandeira, brasão, hino, história, prefeitos, formação política etc. E, viabilizar a distribuição e utilização do material pelos estudantes de sua rede.
O custo inicial da edição é de R$ 5316,30 e poderá ser dividido em até quatro cotas de R$ 1.058,05 cada. Este investimento cobre o custo da pesquisa e a produção de quatro páginas internas e da capa da edição especial, além da impressão de três mil exemplares. Os exemplares extras são distribuídos gratuitamente aos estudantes do município, tanto das redes públicas, quanto da particular. Exemplares adicionais terão custo de R$ 308,00 o milheiro. 
Em contrapartida, o patrocinador disporá de espaço de ¼ de página indeterminada ou 3colx15cm e um selo (1colx8cm) colorido, na página central da edição, a mesma em que são publicados os símbolos e mapas, material de amplo interesse didático. Cada patrocinador disporá também de 500 exemplares da edição especial do município.

Advertisement

Qual a sua opinião?